Prefeito de Tabira fala sobre execução do Projeto Mulheres Seguras

09112015_pref_Tabira_PENa reta final do Projeto Municípios Seguros e Livres de Violência contra as Mulheres (Mulheres Seguras), está sendo realizada uma série de entrevistas com os prefeitos e prefeitas dos municípios parceiros. O objetivo é obter uma avaliação geral do projeto na perspectiva dos gestores que pactuaram com a iniciativa.

Desde abril de 2014 o Projeto Mulheres Seguras, desenvolvido pela Confederação Nacional de Municípios, com o apoio da União Europeia, vem aplicando uma metodologia em 10 Municípios (PE e RN), que visa estimular a articulação entre governos locais e sociedade civil para a implementação de ações de enfrentamento à violência contra as mulheres nos espaços públicos e privados. A partir de uma série de capacitações técnicas, os Municípios parceiros passaram a desenvolver projetos locais junto à comunidade, realizar caminhadas exploratórias para detecção de áreas de risco para as mulheres nos bairros e planejar seus Pactos Municipais pela Não Violência contra as Mulheres.

Desta vez, o entrevistado é o prefeito de Tabira (PE), um dos 10 Municípios parceiros do Projeto Mulheres Seguras. Em entrevista exclusiva ao site Mulheres Seguras, Sebastião Dias reafirmou a importância da manutenção das atividades estimuladas pelo projeto no Município.

Projeto – Como o senhor avalia o projeto?

Sebastião Dias: Louvo muito a atitude desse projeto ter chegado a Tabira, envolvido os técnicos do CRAS 1, CRAS 2, de todos da assistência social, principalmente da gestão. Todas as secretarias trabalharam em conjunto para passar para a população os esclarecimentos sobre como procurar seus direitos, como exigi-los, como colocar em prática. Eu entendo que um projeto dessa dimensão é um espelho para sociedade, para que todos conheçam o que deve ser feito. É uma parceria de gestão pública e privada. Teve o envolvimento deassociações de bairro, de mulheres rurais, da Guarda Municipal, de toda uma sociedade que se organizou para que dias melhores cheguem à comunidade.

Projeto – Como a prefeitura colaborou e como pode continuar colaborando?

Sebastião Dias: A Prefeitura de Tabira colaborou dentro do possível com apoio técnico dos gestores de programas sociais para que mobilizassem, principalmente, as mulheres para participar do cronograma de atividades e tomar consciência dos seus direitos. Onde houver áreas de risco para as mulheres, pretendemos continuar dando apoio e aumentando a segurança. Vamos continuar trabalhando também na orientação dos homens e esposos, para que respeitem suas mulheres como parceiras.

Projeto – Quais os principais desafios da gestão referente a esse projeto?

Sebastião Dias: O desafio é justamente a sustentabilidade desse projeto, a continuidade desse projeto, sempre atendendo as reivindicações e as principais necessidades dapopulação de forma democrática, olhando para todas as famílias, das zonas rurais e urbanas.

Projeto – Qual a importância do projeto Mulheres Seguras?

Sebastião Dias: Esse projeto tem uma importância social muito grande. É um trabalho de orientar as famílias. Como solucionar um problema, como sair daquela situação. Cuidar das famílias é a maior prioridade de uma gestão pública. É muito importante a manutenção desse projeto. Fizemos o possível e faremos o impossível. É um projeto que requer todos os cuidados. Mobilizamos o efetivo da Guarda Municipal para dar segurança nos locais para as mulheres. A segurança da mulher é ouvir o que ela precisa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: