Possibilidades gastronômicas (Cuiabá/MT)

O projeto:
“Possibilidades gastronômicas com a carne suína” faz parte do Programa Emprega Rede, iniciativa do Governo do Mato Grosso por meio da Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas), para promoção da inclusão socioprodutiva da população de baixa renda. Por meio da educação profissional visa agregar às mulheres em situação de vulnerabilidade, especialmente as vítimas de violência, valores e competências para exercerem uma profissão.

A parceria do governo estadual é com a Associação dos Criadores de Carne Suína de Mato Grosso (Acrismat), Senac, Rede Cidadã e Polícia Militar (PMMT) para implementação do projeto.

Assinatura da parceria (Foto: Divulgação/SETAS)
Assinatura da parceria (Foto: Divulgação/SETAS)

A parceria consiste em qualificar essas mulheres vítimas de violência no preparo de pratos simples e sofisticados utilizando os variados cortes suínos, permitindo a geração de renda. O projeto promove cidadania e autonomia para que elas possam criar e desenvolver seu próprio negócio ligado à gastronomia.

Objetivo:
Qualificar mulheres vítimas de violência para que se tornem autossuficientes na geração de renda.

Público-alvo:
Inicialmente 20 mulheres da região do bairro Tijucal, em Cuiabá (MT).

Como funciona:
Com um total de 60 horas/aula, o treinamento tem duração de 20 dias. Será realizado com chefes de cozinha do Senac do Mato Grosso. Serão abordadas as seguintes unidades temáticas: atitudes que diferenciam o profissional no mercado de trabalho, cortes e arte no preparo da carne suína, matemática básica e formação de custo. As futuras alunas serão selecionadas pela Polícia Militar e pelo projeto Rede Cidadã.

Resultados:
O projeto pretende promover e incentivar a empregabilidade e o empreendedorismo nessa região, promovendo cidadania e autonomia para que mulheres vítimas de violência doméstica possam criar e desenvolver seu próprio negócio ligado à gastronomia.

Prevê ainda a publicação de um livro de receitas com um breve relato sobre a vida e a capacidade de superação dessas mulheres.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: