ONU discute contribuição das mulheres eleitas nos ODS e participação feminina na política

Em razão do Dia Internacional da Mulher, celebrado no dia 8 de março, a Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York, sediará entre os dias 13 e 24 deste mês a 61ª Sessão da Comissão da ONU sobre a Situação das Mulheres. Uma das pautas de reinvindicação que será levada à comissão é a falta de dados acerca da participação feminina na política.

Em artigo publicado no jornal El País no dia 8 foi abordado a questão da participação feminina na política. O artigo pontua a importância de mulheres ocupando cargos em governos locais uma vez que estes proporcionam uma base de candidatos para os cargos nacionais.

No material, as prefeitas de Barcelona, Paris, Banganté e Rosário defendem a necessidade de garantir a participação plena e efetiva das mulheres. Elas formam parte da comitiva de 20 mulheres eleitas a nível local que estarão em Nova York defendendo políticas que promovam a justiça e igualdade de oportunidades às mulheres.

A delegação também será responsável por evento paralelo intitulado Mulheres eleitas locais, contribuir para a realização dos ODS que acontecerá no dia 13 com a coorganização da Organização de Governos Locais Unidos (CGLU) e ONU Mulheres, também em Nova York.

Outro material publicado semana passada no Citiscope, de autoria de Emília Sáiz, da Secretaria-Geral Adjunta da CGLU, e Begoña Lasagabaster, chefe de liderança e governança da ONU Mulheres, relata a dificuldade em dados fiáveis sobre a participação feminina nos governos locais. A publicação faz referência a uma das metas do ODS 5, a 5.5, que visa “garantir a participação plena e efetiva das mulheres e a igualdade de oportunidades para a liderança em todos os níveis de tomada de decisão na vida política, econômica e pública”.

A CGLU lançou a campanha “Ser contadas” (#BeCounted) com o objetivo de apoiar os esforços de alcance do ODS 5. A campanha reforça a necessidade de dados confiáveis sobre a participação feminina na política.

Lançamento MMM
No dia 9 de março, na sede da Confederação Nacional de Municípios (CNM) promoveu reunião com parceiros para apresentação do Movimento Mulheres Municipalistas. O projeto desenvolvido pela CNM, que será lançado durante a XX Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, buscará fomentar a participação política buscando incentivar a liderança feminina.

O evento teve a participação de deputadas, prefeitas e representantes do ONU Mulheres e do Ministério do Desenvolvimento Agrário.

Leia mais:
CNM convida deputadas a participarem do lançamento do Movimento Mulheres Municipalistas

CNM promove GT para debater projeto Movimento Mulheres Municipalistas