Grupo de Trabalho vai discutir assédio às mulheres de instituições de segurança

pms
O GT deverá elaborar uma cartilha orientativa contendo boas práticas existentes (Foto: Divulgação)

Para discutir e propor medidas para o enfrentamento ao assédio moral e sexual em instituições de segurança pública foi criado um Grupo de Trabalho (GT) pela Secretaria Nacional de Segurança Pública, do Ministério da Justiça. A publicação no Diário Oficial da União ocorreu na quarta-feira (1/4).

O GT deverá elaborar uma cartilha orientativa contendo boas práticas existentes, medidas legais e informações sobre assédio moral e sexual, para amparo das profissionais de segurança pública vítimas de assédio nas suas instituições.

Para a elaboração do grupo, a Secretaria levou em consideração os resultados da pesquisa Mulheres nas Instituições Policiais, realizada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública e a Fundação Getúlio Vargas em parceria com a Secretaria, para investigar os problemas de assédio moral e sexual cometidos contra as elas. Para ter acesso a pesquisa, clique aqui.