CNM apoia campanha mundial Mulheres Rurais, Mulheres com Direitos

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) apoia a campanha mundial Mulheres Rurais, Mulheres com Direitos. A ação foi lançada no dia 8 de março, na sede da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), em Brasília.

No Brasil, a campanha será coordenada pela Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead), além da FAO, e pela Reunião Especializada em Agricultura Familiar no Mercosul (Reaf). O lançamento nacional será no dia 23 de março.

A CNM explica que a campanha trabalhará a temática das mulheres rurais pautada nos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) tendo seu tempo de atuação até novembro. Em 2016, na primeira edição, a campanha esteve presente em mais de 15 países.

A temática buscará ainda ações que também trabalham temas que são comuns na realidade da população rural, em especial as mulheres, como a fome, igualdade de gênero e erradicação da pobreza.

Divulgação da campanha 
A Confederação recomenda que os governos locais podem auxiliar na divulgação da campanha difundindo a ação em seus Municípios chamando atenção para temática. A campanha funcionará divulgando histórias de mulheres reais que vivem no campo. Para isso, é necessária a interação por meio de vídeos, áudios por Whatsapp ou e-mail.

A CNM acredita que a realização de oficinas de trabalho para monitoramento e avaliação como essas servem para acompanhar os avanços desde a oficina anterior e retroalimentavam os próximos passos de campanhas posteriores.

Projeto Mulheres Seguras 
A entidade lembra que em Caicó (RN), um dos Municípios onde houve a implementação do Projeto Mulheres Seguras agregou conhecimentos e fortaleceu a luta com enfoque na temática de gênero já existente no Município. Na primeira oficina surgiu o interesse em realizar um projeto que foi executo em 2016 sobre combate ao abuso sexual no ambiente de trabalho de empregadas domésticas.

Para ais informações, clique clique aqui.