Casa da Mulher Brasileira de Natal/RN prestes a sair do papel

Seguindo o modelo do Estado do Mato Grosso do Sul, a Casa da Mulher Brasileira no Rio Grande do Norte deve tornar-se realidade em pouco tempo. A sua instalação foi tema de reunião da secretária de Enfrentamento à Violência contra a Mulher da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM/PR), Aparecida Gonçalves, com magistrados do Judiciário potiguar na quarta-feira (13/05), na Presidência do Tribunal de Justiça (TJRN).
A Casa da Mulher Brasileira é uma das ações do Programa Mulher, Viver sem Violência da SPM e irá concentrar em um único local os principais serviços especializados e multidisciplinares de atendimento às mulheres em situação de violência, como apoio psicossocial, defensoria pública, delegacia, promotoria e juizado. Também fornecerá serviço de promoção de autonomia econômica, brinquedoteca, alojamento de passagem e central de transportes.
Durante a reunião, foram analisadas as etapas para instalação da estrutura, as demandas e encaminhamentos do Judiciário sobre o equipamento. A secretária estadual de Políticas para a Mulher, Teresa Freire, informou que o governo do RN já disponibilizou terreno para cessão ao governo federal, localizado na Avenida Capitão-Mor Gouveia, na Zona Oeste de Natal.

A questão da falta de estrutura para o acolhimento das vítimas foi um dos temas mais focados durante a reunião. Atualmente, as Delegacias da Mulher do RN não contam com plantão 24 horas nem funcionam durante os finais de semana.  A secretária Aparecida Gonçalves afirmou que o plantão 24 horas é uma condição para a instalação da Casa da Mulher Brasileira e que é necessário buscar junto ao Estado a sua efetivação.

Agenda – Acompanhada da secretaria Teresa Freire e da assessora de políticas públicas para mulheres , Melayne Macedo, Aparecida Gonçalves visitou o terreno onde será construída a Casa da Mulher Brasileira em Natal. Na sede da Secretaria de Políticas para as Mulheres do RN, ela participou de reunião com o Comitê Estadual de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres e com a equipe técnica da SPM/RN, com o objetivo de construir o planejamento estratégico do Comitê que monitora o Programa Estadual de enfrentamento à violência contra as mulheres.

Com informações da Assessoria do TJRN da SPM/RNS