Carnaíba/PE recebeu segunda oficina de capacitação do Projeto Mulheres Seguras

Carnaíba
Para a Coordenadora Técnica do Projeto e facilitadora das oficinas, Giane Boselli, essa primeira oficina com os GTIs buscou conscientiza-los sobre o seu papel ativo como agentes de mobilização e execução de mudanças em seus municípios (Foto: Camila Pacífico)

A segunda oficina de capacitação promovida pelo projeto “Municípios Seguros e Livres de Violência Contra as Mulheres” foi realizada na quarta-feira (29/4), no município de Carnaíba (PE).

Participaram dos trabalhos os membros do GTI formado pelos Municípios Parceiros do Grupo Regional de Pernambuco, além de outros representantes externos de organismos estaduais como a Secretaria da Mulher e o Ministério Público de Pernambuco. Estavam presentes também representantes do Grupo Regional de Parceiros Beneficiários Indiretos do projeto, vindas de Jardim/CE, Paudalho/PE e Lagoa dos Carros/PE.

O prefeito de Carnaíba, José Mario, esteve presente no período da manhã para participar dos trabalhos e dar boas vindas às participantes dos oito Municípios presentes. A vice-prefeita de Serra Talhada, Tatiana Duarte, líder do Grupo de Pernambuco, participou das atividades.

Na oficina, que teve duração de um dia, as participantes receberam o mesmo treinamento oferecido para o Grupo do Rio Grande do Norte, e foram capacitadas para identificar as raízes da violência de gênero, a necessidade de se focar mais no trabalho com os homens para se romper o ciclo da violência, identificar os principais problemas ligados à violência contra as mulheres nos espaços públicos e privados nos Municípios parceiros e construir planos de incidência para a aplicação concreta de ações locais.

Assim como na oficina de Jucurutu (RN), cada cidade elaborou um plano de incidência local para ser desenvolvido até o final do Projeto Mulheres Seguras, que terminará em abril de 2016.
Para a Coordenadora Técnica do Projeto e facilitadora das oficinas, Giane Boselli, essa primeira oficina com os GTIs buscou conscientiza-los sobre o seu papel ativo como agentes de mobilização e execução de mudanças em seus municípios e capacitá-los para construírem projetos locais, captarem recursos e agirem efetivamente para reduzir a violência de gênero nessas localidades.

Os participantes das duas capacitações receberam o Guia de Trabalho: Ferramentas para a Promoção de Municípios Seguros e Livres de Violência contra as Mulheres, que também será disponibilizado na seção de publicações do projeto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: